Vice-Prefeito

Nilton Basilio Teixeira

Programa "Ensina Brasil" reforça qualidade da educação em Cariacica

Por Marcelo Pereira, postado em 04/02/2019
Fotos Claudio Postay

1X7A8113Trinta professores de diferentes Estados passam a integrar a rede de ensino de Cariacica por meio de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação (Seme), o Espírito Santo em Ação e a ONG Ensina Brasil. Esses jovens profissionais, chamados de "ensinas", participantes do programa da ONG, irão atuar em escolas localizadas em área de vulnerabilidade social e baixo rendimento escolar. O lançamento do projeto foi na manhã desta segunda (4), no Espaço Memória do Grupo Águia Branca, em Vila Capixaba, com a presença do vice-prefeito, Nilton Basílio, o secretário de Educação, José Roberto Martins Aguiar, a equipe técnica da secretaria e representantes da Espírito Santo em Ação e da Associação Empresarial de Cariacica (Aec). O projeto pretende formar lideranças para a educação tendo como base a vivência em sala de aula. Os jovens farão parte do corpo docente desses colégios por dois anos. São todos recém-graduados em cursos distintos e vindos de universidades federais e privadas. Eles atuarão nas Emefs Antero José (em Vale dos Reis), Arthur Costa e Silva (Aparecida), Eurides Gabriel (Campo Belo), Luzbel Pretti (Operário), Maria Augusta Tavares (Jardim Botânico), Maria Guilhermina (Campo Verde), Martin Lutero (Flexal 2), Padre Anthonius Lute (Nova Esperança), Padre Gabriel - CAIC (Porto Novo) e Valdice Alves (Areinha).
1X7A8183

O vice-prefeito Nilton Basílio

O vice-prefeito deu as boas vindas aos jovens, lembrando que Cariacica é território de desafios. "O município os acolhe e dá os parabéns pela coragem que vocês tiveram em deixar suas cidades e vir nos ajudar a construir um futuro melhor para Cariacica, por meio da educação", destacou. "O nosso maior desafio é a permanência do aluno na escola. Se em 2010, tivemos 3351 alunos formados no 9º ano e, em 2018, quase uma década depois, esse número caiu muito, com 1340. São crianças e jovens deixando a escola. É do nosso desejo que este programa se torne uma política municipal de ensino. É sempre necessário que o professor se coloque no lugar do aluno e se pergunte qual o melhor modelo de ensino", destacou o secretário de Educação.
1X7A8130

Coordenador regional do Ensina Brasil, André Mariano

O coordenador regional do Ensina Brasil, André Mariano, enfatizou a união com a Seme, lembrando que o trabalho não fica restrito ao horário das aulas. “Os professores não vão trabalhar para a comunidade. Eles vão trabalhar juntos à comunidade, em parceria”, afirmou.
1X7A8217

Victor Eyng será o tutor pedagógico do projeto em Cariacica

Victor Eyng, professor de Língua Portuguesa e tutor pedagógico do Ensina Brasil, irá acompanhar o trabalho dos professores e a vivência dos profissionais nas unidades de ensino. Natural do Paraná, entrou no projeto e foi desenvolver o projeto em Cuiabá, onde morou dois anos. Agora, se prepara para viver em Cariacica. "Os 'ensinas' estão com uma expectativa alta de trabalho em potencializar o impacto nas comunidades para onde estamos indo para que possamos nos desenvolver como profissionais e contribuir ainda mais para o desenvolvimento de Cariacica", planeja. Qualificação
1X7A8152

O diretor-presidente do Espírito Santo em Ação, Luiz Wagner Chieppe

O Ensina Brasil conta com parcerias no setor privado, representadas pelo Espírito Santo em Ação. Os empresários presentes destacaram que investimento em educação também vai além de melhorias no campo social. "Vale a pena investir em educação porque haverá retorno a todos. Cresce a sociedade em geral, as empresas melhoram por contarem com colaboradores mais qualificados, a economia se diversifica e a cidade se desenvolve", afirmou o diretor-presidente do Espírito Santo em Ação, Luiz Wagner Chieppe, também diretor-presidente do Grupo Águia Branca, ao citar a importância do pioneirismo de Cariacica na parceria com a Ong. Sobre o Ensina Brasil ONG nacional, o Ensina Brasil foi lançado em 2017 com atividades no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. No ano passado, expandiu para Pernambuco (Caruaru) e Espírito Santo (Grande Vitória). Para formar os "ensinas", a equipe da ONG recruta e seleciona jovens comprometidos com a transformação social. E uma vez selecionado, esse grupo passa por uma formação inicial de 250 horas - primeiro passam por um “intensivão” de quatro semanas, com aulas presenciais, e completam a carga horária numa formação continuada para a licenciatura, no formato de ensino à distância (EAD).  
banner