Desenvolvimento da Cidade e Meio Ambiente

Claudio Denicoli dos Santos

Coleta seletiva é tema de palestra na EMEF Maria Augusta Tavares

Por Tatiana Moura, postado em 24/04/2019
Fotos Lucas Calazans

Alunos dos 6º,  7º, 8º e 9º anos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Maria Augusta Taveres, em Jardim Botânico, receberam nesta terça-feira (23) uma palestra sobre coleta seletiva. O objetivo principal da conversa foi abordar os temas reciclagem e educação ambiental.

Entre os assuntos apresentados pelo coordenador ambiental da Secretaria de Desenvolvimento da Cidade e Meio Ambiente (Semdec), JR Laureth, estavam a reciclagem do papelão, plástico, alumínio e vidro que, de acordo com ele, são os materiais mais reutilizados.

A professora de Geografia, Lucimara Freire, participou da palestra com uma turma de 7º ano e foi só elogios ao evento. "É interessante os alunos desenvolverem o hábito de cuidar do meio ambiente, porque o meio ambiente não é só a nossa casa e a nossa escola, é todo o nosso meio, então precisamos zelar, preservar e trabalhar com a reutilização", diz.

De acordo com Laureth a palestra foi realizada na escola a pedido da Secretaria Municipal de Educação (Seme) que identificou, em Jardim Botânico e em bairros vizinhos, um alto índice de entupimento da rede de esgoto devido ao descarte irregular de lixo doméstico e óleo de cozinha.

"Nós não temos acesso a todas as casas e, na escola, quando a gente passa essa responsabilidade para cada criança, elas levam para a família. A criança pega na escola como uma forma de aprendizado, leva para casa e divide com a família, parentes e vizinhos, e é isso que a gente tenta conseguir com o trabalho nas escolas", explica o coordenador.

Outro assunto abordado foi a logística reversa, definida pelo Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) como um "instrumento de desenvolvimento econômico e social caracterizado por um conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou outra destinação final ambientalmente adequada.

Coleta

No município a coleta seletiva é feita pelo programa Cariacica Recicla, os materiais recicláveis podem ser entregues nos Pontos de Entrega Voluntária (PEVs). Caso não more próximo a um dos PEVs, o morador pode entrar em contato com a Secretaria de Desenvolvimento da Cidade e Meio Ambiente (Semdec) para avaliar a possibilidade de agendar a coleta. O telefone é o 3354-5403, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Atualmente o município possui 12 Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) do programa Cariacica Recicla.

Além dos pontos de entrega, de acordo com Laureth, nove bairros contam com a coleta seletiva porta a porta e cerca de 107 escolas contam com Ecobags, bolsas em que as pessoas, da escola ou não, podem depositar o lixo reciclável que produzem.

A Semdec calcula em 40 toneladas/mês o volume de material reciclado na cidade.

 

 

 

 

 

 

 

banner