Desenvolvimento da Cidade e Meio Ambiente

Claudio Denicoli dos Santos

Semdec notifica famílias em Sotelândia e Vasco da Gama para dragagem do Rio Marinho

Por Tatiana Moura, postado em 04/10/2019
Fotos Claudio Postay

Na manhã desta sexta-feira (04) as Secretarias Municipais de Desenvolvimento da Cidade e Meio Ambiente (Semdec) e Obras (Semob), acompanhadas da Polícia Militar, iniciaram a notificação de famílias que vivem em uma Área de Preservação Permanente (APP) às margens do Rio Marinho. Os moradores precisam ser retirados pois, além de estarem em uma área protegida por lei, o Rio Marinho está passando por um processo de limpeza e dragagem, o que pode comprometer a estrutura das casas.

Na primeira etapa, 52 residências foram notificadas no bairro Sotelândia. Na sequência, a equipe trabalhará às margens do rio no bairro Vasco da Gama. Após a notificação, as famílias residentes terão 30 dias para desocuparem os imóveis.

De acordo com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER - ES) as obras começaram há dois meses e os trabalhos são realizados em vários trechos, simultaneamente. Além dos bairros Sotelândia e Vasco da Gama, as intervenções beneficiarão, diretamente, moradores de Bandeirantes, Caçaroca, Vila Isabel, Cobilândia e Rio Marinho.

O gerente de Monitoramento Ambiental, Adilson Teixeira, afirma que a estruturação da área é de fundamental importância pois irá evitar alagamentos na região.  

“Com a dragagem o rio será desassoreado, serão tirados todos os sedimentos que tem dentro do rio devido as chuvas e a dragagem permitirá que a água escoe para a baía com mais facilidade. Além do assoreamento e do lixo que se encontram no rio há uma tubulação da Cesan que não está sendo mais utilizada e impede que a água escoe com mais facilidade, vai ser solicitada a retirada dessa tubulação”.

Segundo a Semdec, todas as famílias retiradas do local serão inscritas no Programa Minha Casa, Minha Vida do governo federal, o perfil de cada uma será analisado.       

banner